Pular para o conteúdo principal

Quanto custa ter sua própria rede social?

 


As redes sociais tornaram-se mais do que um espaço de relação entre usuários na internet para compartilhar gostos em comum. Elas se tornaram uma extensão da vida em sociedade e, portanto, possibilitaram que as empresas também estivessem integradas produzindo conteúdos e gerando receitas.

 Mas você deve estar se perguntando: se praticamente todo mundo está nessas redes sociais por que eu deveria fazer uma exclusiva?

 Ter a própria rede social concede uma série de vantagens à marca. Isso porque você pode  conquistar um público ainda mais fiel, ter uma ampla e assertiva interação com essa audiência, direcionar a sua publicidade a usuários ainda mais segmentados e muito mais, entenda:

 

Maior divulgação da marca:

Você pode ter a sua marca nas redes sociais mais populares, mas pode captar os seguidores desses canais para o seu canal próprio. Isso demonstrará um desejo de reconhecimento e interação maior com essa comunidade. E interação é o principal indicador para obter mais negócios e renda com seus produtos ou serviços.

 
Interação que se traduz com engajamento:

Ao ter a própria rede social, esse usuário sentir-se ainda mais à vontade para interagir na comunidade com a marca. Ela poderá fazer perguntas, sugestões, reclamações, entre outras ações que o farão ter uma relação mais efetiva com a empresa. E por outro lado, você terá uma forma de acompanhar o comportamento dos usuários de sua rede social.

 
Conectividade instantânea:

Uma facilidade que pode trazer mais ganhos para sua empresa. Com a própria rede social, tendo um chat como recurso, você poderá sanar dúvidas e responder questionamentos praticamente de forma instantânea dos usuários. Isso gera também um maior engajamento. 


Ter exclusividade de seu conteúdo com uma plataforma com a personalidade da sua marca:

Esse fator reforça ainda mais a identidade de sua empresa, demonstrando o trabalho diferenciado que você apresenta em um mercado cada vez mais competitivo.

Existem algumas opções de plataformas que desenvolvem redes sociais com diversas funcionalidades para você ter um espaço para a comunidade de sua marca ter uma interação mais direta e segmentada.

A Cativa é uma das principais opções. Além da interação que os usuários terão com as funcionalidades da rede social, o empreendedor pode ter um controle amplo do engajamento da comunidade com a função de analytics no dashboard e você consegue atender a demanda contínua dos usuários com pesquisas de satisfação dos membros por meio de relatórios completos.

 

Sem contar o melhor custo-benefício do mercado, com planos a partir de R$199mensais.

Conheça nossos planos e teste gratuitamente por 15 dias!

Postagens mais visitadas deste blog

Como criar a sua própria rede social do zero?

Não é segredo que as mídias digitais atraem a maior parcela do público e, como resultado, criar a sua própria rede social do zero pode ser muito interessante para os negócios. Pensando nisso, separamos aqui um passo a passo de como fazer isso e competir com grandes nomes que já estão no mercado. Inclusive, é válido destacar aqui que, mesmo com um bom volume de redes sociais, o mercado não está saturado e existem diversas oportunidades a sua espera. Boa leitura! 1# Aprenda mais sobre o mercado Ao contrário do que muitos dizem por aí, é essencial conhecer o mercado e como tudo começou para saber como você pode alcançar o sucesso. O Instagram, por exemplo, começou como um aplicativo muito reduzido e diferente do que é hoje. E o mesmo vale para outros gigantes, como o Twitter, Facebook e Pinterest. Usando como exemplo o próprio  Mark Zuckerberg , caso você não saiba, o Facebook foi criado para um campus universitário, Harvard. Ainda que o objetivo fosse ter uma rede exclusiva para os aluno

Como usar banners para publicidade

Todo mundo quer saber como ganhar mais dinheiro com o seu negócio. Com redes sociais não é diferente. Uma das principais ferramentas de monetização é a publicidade que, quanto mais segmentada, normalmente é mais valiosa. Você tem uma rede social de nicho que, por natureza, já é bem segmentada por um interesse comum e isso faz com que sua audiência atraia o interesse de anunciantes. Como encontrar os melhores anunciantes? Cada mercado tem sua dinâmica própria, mas recomendamos que o primeiro passo seja mapear quem são as maiores empresas do mercado que se interessariam pela sua audiência. Se sua rede for sobre maternidade, você poderá buscar varejistas de roupas infantis que já tenham anúncios digitais e negociar diretamente com a empresa ou com a sua agência contratada. Independente do meio de contato, as principais dúvidas de todo anunciante serão qual é o tamanho e qualidade da sua audiência. Você tem ao seu favor a natureza segmentada do seu negócio e isso costuma atrair a atenção e

Os 03 pilares do marketing de comunidade

  Conhecer os três pilares do marketing de comunidade é a melhor saída para colocar essa estratégia em prática no seu negócio. Entretanto, se você ainda conhecesse ou não entende exatamente o que é essa estratégia, vale a pena conhecer um pouco mais. Para isso, separamos um post explicando exatamente tudo o que você precisa saber para dar os primeiros passos.  É só clicar aqui! Mas, se você já conhece, vamos começar a apresentar esses pilares, que serão a sua base de conhecimento, criação e resultados. Boa leitura! 1# Alinhamento dos membros da comunidade O alinhamento dos membros da comunidade se refere a uma junção de ideias. Primeiro, você precisa saber o que pode oferecer para esse grupo de interesse. Segundo, você precisa ter uma ideia, ao menos, do que essa comunidade busca ou espera de você. Para isso, você precisa conhecer essas pessoas, saber quem elas são. O ideal é que você seja capaz de responder as seguintes questões: • O que essa comunidade procura dentro do espaço que vo